domingo, 18 de dezembro de 2016

Eu queria tanto escrever sobre o que venho passando, mas continuo sem encontrar palavras, conexões, frases que realmente traduzam minha dor. Vim aqui só pra tentar diminuir essa saudade apertando o peito. Essa falta absurda que você faz. Essa falta absurda do teu cheiro, do teu peito, do teu cabelo, do teu riso e dos teus olhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário