quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Agora a noite vieram muitos pensamentos confusos, consegui organizar alguns e chegar a algumas conclusões. Não foi uma conclusão fácil.
Nem conseguir escrever estou conseguindo de tão difícil é concretizar em palavras esse sentimento que persiste há alguns minutos. Dói de uma forma muito madura perceber que você talvez (coloco essa dúvida porque no fundo a gente acredita o contrário, né?) nunca teve certeza em estar comigo. Nunca. Você sempre achou que a grama do vizinho era mais verde que a nossa, sempre achou que havia outras mulheres melhores pra te dar prazer, carinho e experiências novas, sempre achou que existia uma vida melhor e maior além de mim. Lendo suas cartas antigas, me pergunto realmente se um dia existiu essa ideia de criar um futuro ao meu lado, se não foi uma ideia minha... É difícil ver as coisas com clareza com meu coração turvo de saudade e de mágoa. Mas são perguntas tão recorrentes... O que você realmente quis comigo? O seu desejo genuíno? Porque hoje eu não consigo enxergar. Antes, há dias e há semanas, eu conseguia e dizia firmemente qual era nosso desejo, nossos planos e a intensidade do nosso amor. Mas é muito difícil conseguir pensar assim depois de cair a ficha, depois de escutar várias vezes durante 3 anos que não sabia se tinha certeza de que queria estar num relacionamento comigo. Eu deveria ter percebido esses sinais, não? Deveria ter visto naquela primeira vez sentada debaixo do seu bloco, aos prantos enquanto escutava você dizendo que sentia que não me amava da mesma forma que eu te amava e que não fazia planos comigo pro futuro. Depois de tudo t-u-d-o o que eu já havia passado nas mãos de outros homens, eu ainda decidi ir em frente. Fui em frente diversas enquanto você só pensava no seu umbigo. Sim, sim, você sempre pensou no seu umbigo. Desde o momento em que se apaixonou por uma garota que passou 1 semana perto de ti, até o momento em que você terminou comigo durante uma viagem com a sua família. Poderia listar inumeras vezes disso e realmente comparar se eu um dia fui egoísta por te querer ao meu lado E TE AJUDAR.
Mas enfim... você nunca quis estar ao meu lado e construir algo concreto. Não quis há 3 anos, não quis ontem e não vai querer amanhã nem daqui a 6 meses. Acho que está na hora de eu bater a cabeça na parede no mesmo lugar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário