quarta-feira, 2 de julho de 2014

Não consigo entender como consigo ser uma montanha russa humana. Uma hora eu estava escutando Taylor Swift e cantando e agora estou escutando Damien Rice, chorando e com o coração apertado. Pensando em milhões de coisas que haviam adormecido, e é tão assustador perceber o quanto ainda sou fraca, o quanto essas coisas ainda me doem. Ter quase 20 anos e não ter nenhuma conquista de se orgulhar, nenhuma história feliz para contar. Sinto que só sou tristeza, não consigo levar alegria nem leveza por onde eu passo. Achava que estava fazendo isso, sendo leve mas percebi o quanto ainda meu coração pesa em meu corpo, em meus olhos, em minha expressão. Essa doença não sai de mim, é impregnada, e nunca mais me deixou a voltar ser como eu era quando mais jovem... Eu não queria estar fadada a me sentir assim.
Eu sei que amanhã vai estar tudo bem, vai parecer que não me senti assim com vontade de tirar minha vida, esses remédios me deixam tão absorta quando fazem seus efeitos... Amanhã vou me perguntar "por que me senti assim?" e semana que vem vai se repetir, no outro mês, no outro ano e eu nunca vou poder fugir disso.

sexta-feira, 27 de junho de 2014

!

Pessoas, criei um blog paralelo a esse. Visitem e me sigam, prometo ser mais legal por lá! :)

http://sereiabloom.blogspot.com.br/           




Continuarei a usar esse aqui também caso o aperto no coração causado pela vida fique grande demais.

terça-feira, 6 de maio de 2014

La samba des jours avec toi

Queria conseguir colocar em palavras o quanto você tem mudado a minha vida, o quanto a tua presença ilumina o breu em que minha vida se encontra. Desde quando nos conhecemos, eu nunca coloquei muita fé no que poderíamos ter, de início eu só queria uma companhia agradável pra me fazer bem. Mas o tempo foi passando e passando até que hoje eu me encontro completamente apaixonada por você. Agradeço a vida diariamente por ter me feito repensar todas as vezes que pensei em dar um tempo, pois fez com que eu persististe e enxergar em você alguém maravilhoso.
Poderia passar o dia todo listando as coisas que você trouxe (de volta) a minha vida. Eu passei um tempo da minha vida me privando de sentir intensamente e abertamente meus sentimentos, não conseguia escrever ou me emocionar escutando alguma música. E depois que você entrou na minha vida, enfim consigo fazer essas coisas com uma leveza incrível.
Você tem feito meu coração sorrir todas as vezes em que nos vemos e eu ganho uma flor, ou um chocolate ou quando você segura minha mão enquanto dirige. Ou simplesmente por você estar do meu lado e eu sentir essa segurança indescritível porque eu sei que além de ter um amor, eu tenho acima de tudo um amigo e companheiro que vai sempre me dar apoio. Obrigada por estar presente e fazer com que minhas lembranças ruins passadas desapareçam pouco a pouco.  
Obrigada simplesmente por existir e estar na minha vida, amor. 

segunda-feira, 21 de abril de 2014

Eu só peço pra Deus, pro cosmos, pra todas forças maiores nessa vida que eu nunca mais tenha que cruzar com alguém como você. Que eu nunca mais tenha que conhecer alguém tão frio, sem amor e sem tato. Que eu nunca mais tenha que chorar por alguém que jamais faria 1/3 do que eu faria. Que eu nunca mais tenha que pensar que existem pessoas assim, que você ainda existe tão intensamente na minha vida.

domingo, 20 de abril de 2014

free falling

Completamente dois estranhos.
Sem vínculos, sem intimidade, sem carinho, sem nada. 
Da minha parte, todos os sentimentos possíveis pra uma pessoa, que no final só descobri que era um total estranho. 
É daquelas descobertas que machucam no fundo, que a gente fica desejando não ser verdade.
Mas é tudo real, essa dor é real, você é real e é o que mais me dói.

domingo, 23 de março de 2014

Come back, be here.

Mesmo estando longe, você nunca esteve tão presente na minha vida como agora. Te encontro em cada detalhe na minha vida, e o pior, te encontro no que eu mais amo: música. Cheguei a ponto de não querer mais escutar nada porque me dói, sinto saudade e lembro do quanto eu te amo. Shows me lembram tanto também... Tô me sentindo encurralada, sei lá. Nem lembro mais como é teu cheiro e consigo raramente lembrar do teu rosto com facilidade, nem fotos estão ajudando. 
Nem conseguir escrever direito consigo mais porque é TANTA coisa pra falar que me falta palavras.

Saudades imensas.

domingo, 9 de março de 2014

Burning Room

Hoje eu sinto que tenho tanto mas tanto para lhe falar
Tanto e ao mesmo tempo nada
Nada porque nossa relação acabou e não temos mais nada para falar
Tomara que isso passe